IOTech participa no evento “Engenheiras por 1 dia” da EQUAL-IST

No dia 14 de maio, a IOTech marcou presença no evento final de um Projeto Nacional que a Universidade do Minho é parceira via o projeto EQUAL-IST chamado “Engenheiras por 1 dia“. Este evento decorreu no Multiusos em Guimarães e é uma iniciativa do governo para promover as áreas da Engenharia e das Tecnologias desconstruindo estereótipos de género nas escolas do secundário por todo o País.

O Programa “Engenheiras por um dia” centra-se no combate e prevenção da intensificação da segregação das ocupações profissionais em razão do sexo e, em especial, na ausência das mulheres das áreas de engenharia e tecnologias, visando combater os estereótipos de género na educação e a subsequente segregação sexual nas opções escolares, formativas e profissionais. 

O Projeto destina-se às alunas e alunos do secundário e do 3º ciclo, dado o papel fulcral da escola nas escolhas académicas e profissionais de rapazes e raparigas.

Este evento foi marcado por um diverso conjunto de workshops dinâmicos, práticos e interativos que remeteram para as várias áreas da Engenharia e das Tecnologias, de forma a criar interesse dos alunos em ter a engenharia e as tecnologias como uma opção de escolha para suas vidas. No local, estiveram presentes cerca de 600 alunos.

A IOTech organizou um workshop“IOT4Society”, onde foi possível demonstrar como o IOT pode ser útil para a sociedade. Realizou-se quatro laboratórios dentro do workshop, de modo a que cada grupo de alunos pudesse explorar projetos reais usando tecnologias/hardware como web/mobile, NFC, beacons, arduíno e sensores, inteligência artificial, entre outras.

Os alunos mostraram-se bastante interessados, tento sido feitas bastantes perguntas durante o workshop.

Num dos laboratórios, para ajudar Claudio Gonçalves, aluno da ioAcademy que se encontra a realizar a sua dissertação na IOTech, pediu-se aos alunos presentes, que se voluntariassem a contar os seus passos. Os alunos mostraram-se bastante interessados e para tal, tinham de molhar a sola do calçado em água, caminhar num pano branco e de seguida medir o tamanho entre cada passo, que aliados aos dados dos sensores do telemóvel (giroscópio, acelerometro, magnetómetro), irá permitir que o Claudio desenvolva um modelo de Inteligência Artificial que prevê, em tempo-real, o tamanho de cada passo.

A IOTech salienta a relevância destes eventos, e é com todo o gosto e dedicação que a IOTech participa em atividades diferenciadores. A IOTech apoia e valoriza a engenharia no feminino, como se pode verificar pela constante procura de novos valores (no feminino) para a ioAcademy.

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar sobre