Sabias que a IOTech desenvolveu o Paradigma IO?

O Paradigma IO foi criado por Filipe Portela, Fundador e CEO da IOTech, tendo surgido com o objetivo de explorar o conhecimento científico/proveniente de investigação, pessoas e aplicado na indústria.
Curioso? Vamos te explicar tudo sobre este paradigma. 😊


O Paradigma IO significa a aplicação de inovação tecnológica a uma área sociedade. Representa a Inovação (I) On (O) a aplicação tecnologias capazes de resolver questões/preocupações específicas dos cidadãos, sociedade e empresas.

O paradigma é materializado em um artefacto, típico de uma ioSolution através da aplicação do conceito BYOD – Bring your own device (Traz o teu dispositivo). O artefacto deve ser responsivo e permitir a exploração de serviços, e a resolução de problemas reais da sociedade, sem que seja necessário adquirir novos equipamentos. O utilizador pode consumir um conjunto de serviços através do seu próprio dispositivo (telemóvel, tablet, computador, televisão, entre outros).

A ioSolution deve ser difundida, inovadora e usar conceitos associados à Aprendizagem-Máquina, Inteligência Artificial (AI) e Realidade Aumentada, permitindo assim o desenvolvimento de Progressive Web Apps Inteligentes.



Como funciona o paradigma?


O Paradigma IO segue metodologias de investigação precisas a fim de encontrar a solução mais adequada.

O processo de investigação é ativado quando um problema é encontrado. Em primeiro lugar, é necessário identificar o problema e definir um plano de ação corretamente. De seguida é então obrigatório analisar o problema, pensar e pesquisar possíveis soluções. A terceira fase é o processo de conceção e desenvolvimento de um novo artefacto. Depois de o artefacto estar pronto é hora de implementá-lo e avaliá-lo. Finalmente, o artefacto é implantado e apresentado à sociedade. O artefacto deve ser acessível em qualquer lugar, a qualquer hora, para qualquer pessoa que use qualquer dispositivo. A ioSolution está disponível na nuvem como Software as a Service (SaaS).


Onde podemos aplicá-la?


O Paradigma IO pode ser aplicado a qualquer área da sociedade. As ioSolutions podem ser usadas para simplificar os processos de negócios ou resolver problemas reais. Podem ser aplicadas na indústria, escolas, hospitais, associações, lojas, entre outros. Na verdade, este paradigma pode ser implementado em qualquer área onde seja necessário simplificar o processo de negócios e aproximar as organizações aos seus clientes/utilizadores.


Um ioWorld está a chegar ao teu dispositivo:



Quem beneficiará?


Todas as soluções são centradas nas pessoas, e existem dois beneficiários: empresas e cidadãos. As ioSolutions estão disponíveis a qualquer hora, pessoa ou serviço. As empresas podem adquirir soluções io para simplificar o processo de interação com seus clientes (cidadãos) e, consequentemente, melhorar o seu processo de negócio. As empresas fornecem serviços através das ioSolutions e os cidadãos serão os utilizadores finais destas.


Quem pode/está a implementar este paradigma?


Qualquer empresa ou pessoa que tenha vontade de inovar e criar soluções tecnológicas aplicadas deve seguir este paradigma. Este paradigma é o ideal para quem quer fazer a diferença. Mais do que criar um produto ou um serviço, pretende-se divulgar e implementar o paradigma IO (Innovation On).



Como as soluções são identificadas?


As ioSolutions podem ser facilmente identificados devido à sua “marca”. O prefixo io compõe cada nome das ioSolutions que precede uma palavra representativa da solução (por exemplo, ioEduc – Innovation On Education, Inovação na Educação). A palavra identifica o tipo de solução/foco. O nome da solução está em Inglês, pois este é o idioma com mais falantes no mundo.


O IOParadigm é um paradigma ao serviço da comunidade científica.



Como forma de “registar” este paradigma junto da sociedade, a IOTech criou uma special issue – Soluções inovadoras centrado nas pessoas e aplicado à indústria – numa das principais revistas científicas nesta área, a Future Internet.

Toda a informação acerca do Paradigma IO encontra-se disponível em ioparadigm.tech.

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar sobre